Fake news: saiba como elas podem interferir na sua estratégia de conteúdo

Hacking Sales: o que é e por que considerá-la em sua estratégia de vendas
Setembro 30, 2018
Marketing 4.0: tudo o que você precisa saber sobre a nova era do marketing
Outubro 5, 2018

Fake news: saiba como elas podem interferir na sua estratégia de conteúdo

Confira como qualificar os seus conteúdos, ganhar credibilidade e evitar as armadilhas das fake news.

Você com certeza já ouviu falar sobre o termo fake news. Apesar de antigo e muito anterior à internet, a desinformação virou uma constante no meio digital. Em um mar de conteúdo altamente compartilhável e usuários sedentos por informações, tornou-se cada vez mais difícil distinguir uma “news” de uma “fake news”.

Pabllo Vittar será candidata à presidência? Tomar leite com manga faz mal? Vacina para a febre amarela é um veneno? Na Ruffles tem mais ar do que batata?  Você com certeza já deve ter ouvido falar sobre alguma das fake news – nem tão news assim – acima.

As fake news estão presentes na internet, assim como estavam nos jornais e revistas – e na boca do povo em épocas anteriores. Os rumores e desinformação marcaram a nossa sociedade desde incontáveis anos atrás. Eles até já marcaram grandes acontecimentos, como recentemente as eleições americanas, em 2016.

O termo fake news serve para descrever notícias falsas ou imprecisas vinculadas em qualquer meio de comunicação. Claro que nos dias de hoje o fenômeno está inteiramente relacionado à internet e redes sociais. Todos os dias são milhares de conteúdos imprecisos ou falsos criados.

Uma manchete chamativa, um clique para compartilhamento e, rapidamente, a informação está em dezenas, centenas, milhares de celulares – é assim que as fake news são disseminadas.

Algumas são gritantes e parecem testar o nosso bom senso, entretanto outras são mais sutis e perigosíssimas. São inúmeros os casos de notícias falsas que causaram inclusive mortes e acidentes, mas você sabe identificar uma fake news?

Listamos para você 5 formatos e variações de desinformações presentes em fake news  que você precisa está atento.

5 tipos de fake news para você ficar de olho e evitar

Sátira ou paródia

Sites como o Sensacionalista publicam notícias falsas recheadas de humor com o objetivo de satirizar a mídia. Nestes casos, é necessário cuidado, pois o formato compartilhado fora do contexto pode causar problemas.

Notícias enganosas

Às vezes, notícias verdadeiras são usadas fora de contexto para manipular a opinião pública. Trata-se de fatos reais escolhidos minuciosamente para transmitir uma ideia diferente do que realmente são para o público.

Conteúdo desleixado ou generalista

Normalmente materiais criados de maneira simplista, até inspirados em fontes pouco precisas, podem ser enquadrados também como uma fake news.

Notícias enganosas que não se baseiam em fatos, mas apoiam uma narrativa contínua

Notícias em que não há base estabelecida para a verdade, muitas vezes em que ideologias ou opiniões se chocam e preconceitos inconscientes entram em cena. Teorias da conspiração tendem a cair aqui!

Intencionalmente enganoso

Notícias que foram fabricadas deliberadamente para obter vantagens através do número de cliques para causar confusão, descontentamento ou como propaganda sensacionalista. Essas histórias tendem a ser distribuídas por meios de “sites de notícias falsas” e rapidamente são compartilhadas em meios como WhatsApp e outras redes sociais.

Ok, mas o que isso afeta minha estratégia de conteúdo?

A crise de confiança é amplificada pelas fake news. Você pode está se perguntando como elas podem afetar sua estratégia de Marketing Digital. E a resposta para isso está no meio utilizado para transmitir o seu conteúdo para o seu público alvo, a internet.

Hoje, a internet é a principal fonte de consumo de notícias em várias partes do mundo, e isso não é diferente no Brasil. Segundo o Relatório sobre Notícias Digitais do Instituto Reuters, nosso país está em primeiro lugar quando se trata do uso de redes sociais como canal de consumo de notícias, conforme mostra o gráfico abaixo.

fake news

O relatório trouxe outro dado surpreendente em relação ao consumo de conteúdo através da internet e a correlação com as fake news. Olha só: 85% dos brasileiros consultados na pesquisa afirmam que estão preocupados com a confiabilidade das informações que encontram na internet, um dado muito acima da média geral de 54%.

fake news

 

A desconfiança pública não está isolada das notícias. De acordo com um estudo da Rakuten Marketing, mais de 58% das pessoas nos Estados Unidos associam a publicidade online a fake news.

Isso significa que mais e mais consumidores estão se aproximando do conteúdo de Marketing Digital com certo ceticismo inicial. Assim, é cada vez mais difícil ganhar sua confiança em um primeiro momento.

É importante considerar  que essa quebra de confiança pode tornar-se um grande negócio para estratégias de marketing – visto que a parte central do marketing é construir confiança com “estranhos”.

Tal processo de ganho de confiança é pautado na honestidade do seu produto/serviço. Se o seu cliente confia em você, é muito mais provável que ela faça negócio com você.

Para cortar o barulho trazido pelas fake news, é necessário criar conteúdos cada vez mais relevantes e voltados a persona da sua empresa.

Para que essa essa afirmação seja verdadeira para o seu negócio, é necessário que o seu conteúdo seja genuinamente voltado a ajudar o seu cliente. Conteúdos e posts com um viés claro para o seu produto podem resultar em um nível de manipulação – e, acredite, o seu público está cada vez mais atento a isso.

giphy

Checklist do conteúdo consciente: um passo a passo para se sobressair em relação às fake news

Além de agregar valor para o seu público, é necessário ter atenção a alguns detalhes para ganhar autoridade com a sua audiência. Assim, você não vai ser confundido com um criador de fake news ou de conteúdos rasos.

Pensando nisso, listo aqui algumas dicas do que estar atento na hora de traçar a sua estratégia de Marketing de Conteúdo, para que as fake news fique bem longe do seu negócio!

Certifique-se das fontes

Confira onde sua equipe de criação está buscando como referência para seus conteúdos. Inspirar-se em uma notícia de fonte pouco confiável para os seus materiais é um péssimo começo para a criação de conteúdo relevante.

Use o Google Notícias

Está buscando referências ou material de apoio para escrever um eBook, por exemplo? Use o Google Notícias para garantir a fidelidade dessas informações.

Atenção com o português

É claro que ninguém gosta de criar um material com pequenos errinhos, mas é sempre bom lembrar a importância de manter a gramática em dia. Um fator recorrente em fake news são os erros gramaticais.

Cuidado com afirmações generalistas nos títulos

Por exemplo: “Todo mundo que investe em Marketing Digital vende mais produtos”. Há uma relação entre os termos citados, mas não há uma relação de causa e efeito que pode ser aplicada em todos os casos.

Deixe as suas crenças pessoais de fora

A menos que a sua crença não esteja no formato de um relato, é melhor mantê-la longe dos seus materiais.

Use hiperlinks para confirmar dados

Linkar informações alavancará a sua autoridade no tema que está tratando. Ao mesmo tempo, mostra que houve uma pesquisa prévia e cuidado antes de publicá-lo.

Mantenha seu site atualizado

Só a criação de conteúdo relevante lhe qualificará como autoridade no seu setor. Ter um blog com poucos materiais pode deixar seu público inseguro em relação à confiabilidade do seu site.

Não desanime

Nesse momento, você deve estar refletindo que existem muitos pontos de atenção que devem ser considerados antes de produzir um conteúdo. E pode até pensar em desanimar,  acreditando que são muitas barreiras, que existem mais contras do que prós.

Mas a ideia é justamente o contrário, educar o seu o público através de conteúdo precisa ser a sua maior prioridade, e você pode ser um vetor de disseminação de materiais realmente relevantes dentro do seu segmento.

Conclusão

Com a crescente onda de fake news, criar conteúdos de qualidade faz toda a diferença. É como você pode se destacar e se tornar referência no meio de tantos textos sem embasamento e apuração.

Sendo assim, excluir a produção de conteúdo da sua estratégia de Marketing Digital não  pode ser considerada apenas uma alternativa. Apenas é preciso entender que o nível de exigência e cuidado na produção dos materiais precisa ser ainda maior, para que seu conteúdo ganhe voz em um mar de desinformação.

Com uma crise de confiança em pleno andamento, a autenticidade é mais importante do que nunca.

Para ter um maior impacto, sua estratégia de conteúdo deve ser focada na criação de confiança entre sua marca e seu público. Dê uma olhada no seu planejamento atual e certifique-se de estar concentrado em criar conteúdo que realmente agregue valor e faça a diferença.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *